Quinta-feira, 29 de Setembro de 2005

Eduardo Alves - Negócio do aborto

Ouvi com interesse e alguma estupefação o vosso breve debate sobre o aborto. É um debate inquinado, baseado numa proto pergunta inquinada Em primeiro lugar trata-se de um problema de saúde pública e isto está a ser secundarizado.
A defesa da vida como valor supremo é talvez a linha divisória que nos separa das bestas.
A possível vitoria do sim terá, se não acauteladas regras precisas, como consequência tornar o aborto como mais uma unidade de negócio.
O aborto "à la carte" até ao limite legal da pergunta, faz com que seja possível a assistência médica em unidade hospitalar credênciada.
Até aqui tudo bem. O problema é que o governo que agora domina Portugal já avisou que serão feitas intervenções de interrupção da gravidez em clínicas privadas. Isto abre dois problemas.
1 - A possibilidade de a objecção de consciência da corporação médica se tornar maciça, e, encaminhar as suas paciêntes para o privado, alimentando perversamente as clínicas de que serão sócios ou familiares seus.
2 - Legalizar quem tem experiência curricular na indústria do aborto clandestino, premiando redes mafiosas que se sujeitam ao mesmo jackpot.
Quem perde é o contribuínte português que financiará o seu próprio genocidio.
Eduardo Alves
publicado por quadratura do círculo às 19:05
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds