Segunda-feira, 11 de Julho de 2005

Fernanda Valente - Mulheres e investimentos

O elemento feminino na política corre cada vez mais o risco da aproximação ao índice zero de existência. Existem maioritariamente duas tipologias de mulher, no panorama político nacional, cujas tipologias estão confinadas aos extremos de uma escala de comportamentos assente numa matriz estereotipada que é sinónimo da visão obtusa de uma certa classe política.
Uma analista política, habitual comentadora do jornal das 21 horas da Sic Notícias, cujo perfil se insere naquela tipologia feminina que assusta qualquer homem num raio de 50 m, apresenta-se sistematicamente zangada com Deus e os Homens, facto que, apesar do mérito que lhe possa ser reconhecido, em nada abona a classe política feminina, ou melhor, em nada contribui para alterar a imagem que se tem da mulher na política e na Administração Pública. É possível comentar com sabedoria, inteligência, perspicácia e também, porque não, com alguma dose de feminilidade, a exemplo de outras analistas daquele mesmo espaço televisivo, como Helena Roseta, Maria José Nogueira Pinto ou Maria de Belém.
Mas, nem só na forma a mulher política portuguesa deve rever o seu comportamento, também na substância, ou seja na qualidade das declarações que profere, sobretudo quando se trata de fazer afirmações injustas, despropositadas, que só servem interesses partidários e lançam, de uma forma capciosa, a confusão na mente dos espectadores.
A propósito do “calcanhar de Aquiles” do Programa de Investimentos apresentado pelo governo, e que resumidamente aponta para a crítica às Parcerias Público-Privadas, em sistema de “project finance”, gostaria de saber qual a alternativa a este plano defendido pelo PSD. A não realização destas obras, que se eternizam na fase do projecto, ou a sua realização com capitais exclusivamente públicos?
Convenhamos que este Programa de Investimentos em Infra-Estruturas Prioritárias é até bastante modesto comparativamente ao defendido pelo Dr. António Mexia, ex-ministro das Obras Públicas do anterior executivo e coordenador do programa de governo do PSD nas últimas legislativas, que previa, para além da construção do novo aeroporto, uma 3ª ponte sobre o rio Tejo, uma nova via ferroviária na ponte 25 de Abril de apoio às ligações do TGV e um túnel subaquático de ligação da parte oriental da cidade ao Barreiro. Presumo que a intenção era recorrer às PPP ou acaso estaria prevista a edificação de tais obras com o oiro do Dr. Miguel Cadilhe?
A implementação de um novo aeroporto e a ligação do TGV a Lisboa e ao Porto, assim como a conclusão da CRIL e o prolongamento da auto-estrada que vai ligar o Norte ao Sul do País, são obras absolutamente indispensáveis, de outro modo, correríamos o risco de, num prazo entre 10 a 15 anos, o tráfego aéreo internacional com destino a Portugal, ser canalizado para o Aeroporto de Madrid, utilizando-se posteriormente o TGV para acesso a Lisboa ou ao Porto, ou na falta dessa infra-estrutura, o recurso àqueles a que posteriormente se iria chamar de “voos regionais” entre Madrid e Lisboa ou Porto.
Fernanda Valente


publicado por quadratura do círculo às 17:18
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Janaina a 25 de Março de 2009 às 22:15
Muito bom! Vale a pena também dar uma olhada nesse texto aqui: http://www.betoveiga.com/log/index.php/2008/05/finanas-pessoais-coisa-de-mulher/

Abs!


Comentar post

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds