Quarta-feira, 27 de Abril de 2005

Fernanda Valente - Posições de Marques Mendes

Aprendi com a geração que me precedeu, e tentei incutir esse princípio à que me sobreviverá, que, passar a mão pela cabeça de alguém em sinal de complacência com atitudes contrárias ou transgressoras de comportamentos que supostamente possam incorrer em prejuízo de terceiros, não é o mais correcto nem o mais desejável numa sociedade que atingiu já um determinado patamar de evolução. Sem pretender ser este um acto persecutório em relação ao Dr. Marques Mendes, destaque deverá ser feito às iniciativas que foram por ele tomadas na qualidade de presidente do PSD:
1. O porquê da urgência em realizar o referendo europeu antes do referendo sobre o aborto ou da alteração à lei que prevê a delimitação de mandatos e que deveria entrar em vigor antes das próximas eleições autárquicas? A esta pergunta é dada a resposta daqueles que nem sequer desejariam ver referendado o Tratado Constitucional Europeu, que se propõe alterar, desconheço em que termos, a nossa Constituição basilar de 1976.
Se o “povo” é ignorante, a culpa é dos políticos que desde sempre preferiram o estado de ignorância ao cabal esclarecimento dos cidadãos, cujos ensinamentos básicos de política deveriam ser ministrados desde cedo, a partir do banco escolar. Se o “não” ao Tratado Constitucional em França prevalecer, como tudo indica, não faz sentido avançar-se com a realização de um referendo em Portugal, antes da Comissão Europeia proceder à necessária revisão do referido Tratado, como naturalmente irá acontecer. No caso em que aquele Tratado Constitucional venha a ser ratificado por todos os Estados membros da CE, então dever-se-à dar início a debates públicos generalizados no sentido do “sim” português, como seria curial e digno, por parte dos nossos políticos, para o devido esclarecimento dos nossos concidadãos.
2. A questão da obstacularização à lei da delimitação de mandatos a ser apresentada em Assembleia pelo partido socialista: o porquê e a quem mais serve esse propósito? Só mesmo o Dr. Marques Mendes para nos esclarecer sobre este ponto.
3. Por último, e, na minha opinião, a decisão mais errática tomada desde que assumiu a liderança do PSD; nomear o Dr. Carmona Rodrigues como candidato à autarquia de Lisboa nas próximas eleições. Tem razão a Dra. Helena Lopes da Costa quando se questiona: porquê o Dr. Carmona Rodrigues e não o Dr. Santana Lopes? É, pois, conhecido o desejo incontornável de SL em candidatar-se de novo à Câmara Municipal de Lisboa.
O Dr. Carmona Rodrigues fez parte de uma equipa de técnicos escolhida pelo Dr. Santana Lopes para gerir os destinos daquele município no último acto eleitoral autárquico. Uma equipa que é constituída por um “cabeça de lista”, é seu desígnio funcionar no seu todo, coesa, para o bem e para o mal. A tentativa de aproveitamento da desgraça alheia para fazer vingar planos pessoais, é contrária ao espírito de solidariedade e princípio da deontologia política a ter em conta por cada um dos elementos que integram essa mesma equipa. A aceitação do convite é já de si reveladora de um dado de carácter a ter em conta no próximo pronunciamento popular. Por outro lado, também não ponho de lado a hipótese de se tratar de mais um jogo de secretaria a ser levado a cabo pela criatividade de certos políticos …
Por mim, e enquanto eleitora do município lisboeta, continuarei a aguardar a apresentação de novos candidatos, sendo obrigatório que reúnam um sem número de qualidades, pois, só assim, se levará a bom porto a resolução de todos os impasses que foram criados nesta instituição camarária.
Fernanda Valente



publicado por quadratura do círculo às 19:09
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds