Terça-feira, 25 de Janeiro de 2005

António Carlos Monteiro - Crise virtual

A ideia de que estamos dentro de uma crise profunda do país, " a maior crise de há 30 anos", etc. etc. foi uma polémica criada, à força, pelos órgãos de informação e pela oposição a este governo. Penso até que foi uma reacção à célebre frase dita em 2002 por Durão Barroso: " O País está de Tanga...". Se nos lembrarmos o que era a inflação nos anos 80, rondando os 30% e se nos recordarmos de um governo do Dr. Mário Soares, que durou apenas 3 meses, esta pseudo-crise de hoje parece verdadeiramente uma brincadeira. Hoje a inflação está nos 2,4%, apesar da conjuntura internacional, a economia do país vai melhorando (diz o Banco de Portugal) e até apesar de modesto, ou melhor muito modesto, existe crescimento da economia. O défice é cumprido, ao contrário de outros países da UE que não o cumprem e assim Portugal não é castigado e pode receber os "amigos fundos" que tanto jeito dão para "tapar buracos".
Dramatiza-se demais e o mais grave de tudo é que não se fala do que o Governo tem feito, nem o próprio Primeiro Ministro se valoriza pelo que tem feito e diga-se desde já, que foi bastante para os 6 meses que governou.
Ninguém fala da recuperação da TAP e da RTP, ninguém fala da baixa do IRS que já neste mês de Janeiro se sentiu, pouco é verdade, mas é real (afinal o Governo baixou os impostos...). Todos falavam que os Bancos estavam a ser super-beneficiados em relação aos impostos pagos por outras empresas, isso é concorrência desleal. O Governo quis alterar a situação e o que aconteceu ? >Foi criticado e pelos vistos o Sr. Presidente deu ouvido às queixinhas dos "pobres" banqueiros.
Quando a Dr. Manuela Ferreira Leite falou em reduzir o número dos funcionários públicos o PS e toda a oposição quase que a quiseram crucificar, afinal é agora uma das fortes medidas do programa eleitoral do próprio PS ( falta de imaginação).
Várias são as razões para se poder afirmar que o PS sofre de uma "incoerência crónica" e que está visto que não tem vocação nenhuma para governar este país. Enquanto estiveram no poder foi só "esbanjar" e depois lá vem o PSD para salvar o país, já assim tinha sido quando o Prof.Cavaco Silva chegou ao governo e agora assim foi quando o Dr.Durão Barroso ganhou a s legislativas de 2002, lá está o PSD a servir de "bombeiro". Quanto ao Eng.Guterres..." What happened with Eng. Guterres?", abalou para parte incerta e deixou o país num grande "pântano".
E agora o Povo Português quer novamente um "pântano", ou quer um governo competente e que trabalhe ?
António Carlos Monteiro


publicado por quadratura do círculo às 17:32
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds