Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2005

Armando Barata - Propostas para Portugal

Os chavões "Aposta nas exportações", "Consolidação das Contas Públicas","Inovação","Competitividade","Aumento de Produtividade",etc., são repetidos e reiterados milhares de vezes,pelos vários partidos , sem qualquer proposta concreta e séria de as pôr em prática.Estamos todos de acordo,e no entanto por demagogia, por falta de rigor e seriedade e por vezes por ignorância devido à política de gabinete, os vários actores ,remetem-se para um quadro de palavras genéricas,que podendo traduzir um diagnóstico genérico correcto,estimula as discussões perdidas no tempo com conteúdo vazio,e vai passando para a opinião pública a "política do faz de conta".
Discussões à volta de grandes reformas estruturais, são na actual vida do país um desperdício de tempo e dão origem a polémicas e poucos resultados.
Ao Estado compete, no actual momento, fazer o que está ao seu alcance, simplificando as decisões e não complicando a vida das empresas e famílias.
Propostas simples ao alcance do Estado:
1)Exportações:
A)Os produtos que se pretendam escoar via marítima, encontram no Porto de Lisboa,Setúbal,Leixões os portos mais caros da Europa.Os barcos que vêm do Norte da Europa, encontram em Portugal custo elevadíssimos, devido aos custos de entrada no Porto(Taxas de entrada,custos de estiva,custo de greves, custos de burocracia,etc..)
Proposta:Acabar com taxas de entrada dos navios;definir condições musculadas para as greves de estiva; aumentar as condições técnicas para os navios de porte superior poderem atracar sem problemas de lastro.
B)Via Aérea: Os produtos que são escoados via aérea,encontram nos terminais de exportações,nomeadamente em Lisboa, as condições mais precárias da europa.Os terminais de exportação estão ao nível de África.As mercadorias desaparecem ,estão sem acondicionamento e com um controle inexistente.
Proposta:Criaçãode condições logistica , recepção,acondicionamento,manuseamento e controle nos terminais de exportação aéreo.Pessoal mais qualificado.Ex:Terminal de exportação de Frankfurt .
2)Consolidação das Contas Públicas:
A)O controle da despesa pública passa por racionalização sobretudo nas despesas correntes.O consumo de 65% que o Estado faz dos seus recursos deveria exigir uma meta quantificada de redução desta duplicação e desperdícios de recursos.
Proposta:Criação de uma meta ao nível de 2 legislaturas (8anos), de redução de pessoal .Não basta controlar os desperdícios,terá de reduzir-se o peso que o Estado tem no PIB de 40% para 30%.Neste processo de redução de despesa terá de reduzir-se o pessoal,seja por rescisões de contratos, seja por antecipação de reformas.
3)Competitividade/Inovação/Produtividade
A)A aposta na investigação e desenvolvimento,criando metas de excelência.Estas metas terão de ser articuladas com as necessidades do país ao nível dos vários sectores.
Ex:Têxteis,calçado,moldes,Software aplicado,Biomedicina, ambiente, etc..
Proposta:Celebração entre Universidades e Associações empresariais de contratos que visem o apoio à investigação num quadro de compromisso tendo em conta os seguintes parâmetros:
-Definição de temáticas em projectos aplicados
-Calendarização do início, meio e fim da investigação a desenvolver.
-Feed-back entre o proposto e o realizado
B)Apoio directo ao emprego de doutorados nas empresas privadas.
C)Adequar as disciplinas do ensino superior ás necessidades sociais e económicas(mercado), e não aos interesses corporativos dos professores.
D)Diferenciar pensamento estratégico de planeamento estratégico.O País precisa neste momento mais do primeiro e menos do segundo.O primeiro contempla a inovação,a criatividade , o risco e não se aprende na Universidade.Ex:Salvador Caetano; Américo Amorim, Autosil,Microsoft,IBMetc.O Administardor da IBM em Portugal não é licenciado!
A Universidade deveria abrir-se À sociedade civil,e recrutar individualidades de excelência do mundo social e empresarial,independentemente dos títulos académicos.
E)Elevar o grau de exigência no ensino primário e secundário, devolvendo a autoridade do professor na sala de aula.
Armando Barata



publicado por quadratura do círculo às 19:15
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds