Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2005

Sérgio Silva - Carta ao Primeiro-Ministro

Caro 1º Ministro,
Como cidadão exemplar, filho de pais humildes e pertencente a uma
família da classe média portuguesa escrevo-lhe com enorme preocupação ao
actual estado da política portuguesa.
A governação pediu um esforço acrescido às famílias portuguesas. O
aumento da produtividade, a dedicação a Portugal, um acréscimo na
contenção e paciência social em prol do aumento da qualidade de vida num
futuro próximo.
Concordando com tal pedido, considerando a conjuntura internacional e o
estado mundial em assuntos da demais importância, julgava que tal
esforço também fosse pedido aos membros do governo, aos "gestores de
Portugal".
Preocupado e sensibilizado com tamanha conjuntura negativa, e esperando
por parte do governo também um esforço empenhado, desiludiram-me vários
acontecimentos da vida política nacional.
Começando nos trabalhos parlamentares, em que se vêem autênticas
comédias durante as sessões que costumo acompanhar regularmente no canal
Parlamento, ao ponto de se estar a discutir durante 1 hora como se iram
decorrer os trabalhos, ao ver deputados a não respeitar os outros
colegas, ao vê-los a dormir, a ler, a corrigir exames ou simplesmente a
falar no Messenger com alguma menina bonita são exemplos que não
credibilizam a classe política.
Começar os trabalhos às 10:30 com duas horas de almoço pago pelos
contribuintes não é um bom exemplo para alguém trabalha cerca de 11/12
horas por dia como a maioria dos portugueses.
É necessário reflectir e tomar medidas concretas que dinamizem Portugal
e essas tem que partir do próprio governo dando este o exemplo. É com apreço que o vejo falar com a Judite Sousa na Grande Entrevista, é
com gosto que vejo o seu empenho e determinação mas essa imagem está
descredibilizada por estas pequenas coisas que verifico.
Acho que é preciso alguém prático, que pense nas coisas e actue, e se
você o faz, não é visível para o público em geral.
Gostava de falar de Alberto João Jardim, uma pessoa ímpar no estado da
política actual. De certo que tem muitos defeitos, diz muitas
barbaridades ao ponto de parecer um pequeno ditador mas por outro lado
têm uma frontalidade e uma capacidade de mostrar trabalho feito, tal
como o senhor fez na Figueira mas que não está a conseguir faze-lo de
momento.
A política nacional precisa de frontalidade, de falar para as pessoas,
de mostrar trabalho feito, mas ao dize-lo deve mostrá-lo também. A classe política têm que se aproximar do povo, têm que fazer parte
dele, tem que estar contido nele, as pessoas têm que senti-lo no seu
dia-a-dia coisa que não acontece.
Mostrar transparência é muito importante nos dias de hoje que tudo é
posto em causa.
Como seria ver o primeiro ministro Pedro Santana Lopes semanalmente no
noticiário de Domingo a falar dos problemas dos portugueses e para os
portugueses? Nós precisamos dessa aproximação.
Não vou pedir para responder apenas para a ler e pensar sobre o que
podemos mudar para dinamizar Portugal e torná-lo o ponta de lança da
Europa em detrimento do guarda-redes que personificamos agora.
Com o esforço de todos, acredito que conseguiremos.
Obrigado.
Sérgio Silva


publicado por quadratura do círculo às 19:03
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds