Terça-feira, 14 de Dezembro de 2004

Joaquim Fernandes - Políticos incompetentes

Disse o prof. Cavaco Silva : «É chegado o momento de difundir na sociedade portuguesa um grito de alarme sobre a tendência para a degradação da qualidade dos agentes políticos em Portugal, da sua credibilidade, competência e capacidade para conduzir os destinos do país».
Pois bem, gritem, dêem o alarme. Gritem com toda a força, gritem até ficar roucos. Há políticos incompetentes em Portugal...
Ande lá não tenha medo, grite. Há políticos incompetentes em Portugal...
Grite bem alto, descarregue, grite onde lhe apetecer. E agora, sente-se melhor ou não?
Bem pode gritar...
A propósito diz-se ser uma intervenção violenta. E não será, e ainda, politicamente correcta que baste?
Violento é a corrupção, a chulice, (outros chamam-lhe incompetência), a forma inpune com que se estoiram milhões ao arrepio do mais elementar respeito e interesse da coisa pública.
Violento é o senso comum de que “ se assim não fôr, nada se consegue ”.O jeito, a palavrinha,o especial favor, a intreposta pessoa, a palmadinha nas costas. A chamadinha para o telemóvel. Meter a cunha pois então, senão não há cabo que segure. Já lá vai o tempo em que um rabito de bacalhau, salpicão, e um garrafão de bom tinto resolviam o assunto. Para os mais abastados uma garrafitas de vinho do Porto. Bons tempos...
Violento é o dia-a-dia da grande maioria dos portugueses, esse sim é violento!
É, em ultimo caso, o sentimento de impotência para inverter o presente estado de coisas, o de sermos espoliados pelos legitimamente eleitos e o seu interminável séquito de jactantes compadres e comadres.
Afinal a quem cabe a maior ousadia e responsabilidade para denunciar? A quem cabe melhor e maior patriotismo? Apela-se às elites, aos políticos competentes, para inverter a tendência. Qual quê, alguém acredita ser só e apenas uma tendência? Aos restantes, ao povo resta convencê-los em tempo de eleições.
Violento é eu recusar-me a acreditar que os políticos são todos iguais. Que só estão na política por interesse próprio e dos seus bolsos. Que vote em quem votar terei sempre o mesmo governo de chacha...
Portugal, Portugal, continuamos à espera.
Joaquim Fernandes


publicado por quadratura do círculo às 12:48
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds