Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2004

Carlos Frota - Perplexidade

Não: não foi por na "Quadratura do Círculo" se falar de futebol (não foi a primeira vez nem será a última), nem por, em assunto delicado, e independentemente de toda a consabida conversa que se deve presumir inocência de indiciados antes de julgamento, me ter parecido pairar um "respeito" para com o Presidente do Futebol Clube do Porto que não julgo aceitável. A minha perplexidade em relação ao que foi dito deriva sobretudo da posição de JPP face ao próximo futuro. JPP considera que Santana Lopes foi um mau primeiro-ministro, que é um mau candidato (interpreto: se ganhar, não vai ser agora um bom primeiro-ministro), mas arrasa José Sócrates (no fundo, se ontem não o disse, já o escreveu), porque o que interessa é impedir que o Partido Socialista seja governo. Dir-me-ão que esta é a lógica partidária
- e a minha resposta, como alguém que não tendo filiação partidária se interessa por política e tem, naturalmente, convicções sobre o que é melhor para o país, é simples: a lógica partidária posta deste modo é que destrói a confiança dos cidadãos na política. Como se pode aceitar que quem critica violentamente Santana Lopes possa querer que ele continue? Por outro lado, embora este seja um ponto de vista pessoal e tenho de aceitar que JPP tenha outro, dizer que Sócrates é "igual" a Santana Lopes parece-me manifestamente desadequado. O facto de ambos terem feito debates na RTP1 não é suficiente para assimilá-los. O Sócrates ministro do Ambiente merece algum crédito. Por outro lado, a democracia "exige" o rotativismo, como a história inglesa ensina; e é bom que assim seja. Eu já sei o argumento que JPP invoca: o estado do país não permite mais erros, etc., e o PS não dá garantias... E Santana, que garantias dá? Quem sabe se Sócrates (e sobretudo, aqueles de quem se rodear) não poderá uma ser boa surpresa? ... E regresso ao futebol. A posição de JPP confunde-se com o adepto de um clube de futebol, cego de paixão, que quer que o seu clube ganhe a todo o custo. Mesmo com apitos dourados... Ora ser do Porto ou do Benfica não é o mesmo que "ser" do PS ou do PSD-CDS... Admito (mal) o fanatismo do adepto; perturba-me ter de admitir que políticos inteligentes se comportem como adeptos fanáticos do futebol.
Carlos Frota

publicado por quadratura do círculo às 19:37
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds