Sexta-feira, 12 de Novembro de 2004

David Gouveia - EUA são assim

A decepção invariavelmente resulta da traição ou da ignorância.
Os americanos não têm nem a arrogância da inteligência nem a suavidade das boas maneiras. Têm o pragmatismo dos interesses!
Primeiro a História: o que hoje é os EUA começou (lembram-se?) com a ida do barco Mayflower para o que é hoje Boston. O barco ia cheio de gente que estava farta de não poder praticar o seu protestante puritanismo religioso e de ser explorada por um código de honra e de ética que só beneficiava os aristocratas e o rei. Mais tarde juntaram-se-lhes uma vaga de nórdicos que tinham tudo isso e mais a frieza e a psicose dos gelos: não é por acaso que Ingmar Bergman é idolatrado pelos americanos e especialmente por Woody Allen (vejam “Cries and Whispers”!).
Depois revoltaram-se contra a Inglaterra porque tinham de pagar impostos e não podiam votar (um bocado como os imigrantes antigamente). Não porque não tivessem liberdade, ou porque os impostos fossem excessivos, ou porque fossem descriminados, mas porque não elegiam os seus representantes (“no taxation without representation” - será que nos devemos revoltar todos também?!).
Quando do estabelecimento da republica federal - e se pensam que a assinatura da constituição da União Europeia está a ser complicada devem ler uma das várias descrições dos trabalhos que levaram à constituição da republica federal dos EUA - as relações com o exterior foram muito debatidas. Uma grande parte dos “founding fathers” não queria nada com o resto do mundo (lembrem-se que o Mayflower é a raiz de tudo!); outros mais esclarecidos como Benjamin Franklin acharam que se devia ir um pouco mais longe - que a república se devia envolver sempre que os seus interesses comerciais estivessem em risco!
Esta atitude ficou consagrada na constituição da república federal dos EUA.
Alexis de Tocqueville, talvez o maior e melhor analista da essência americana, diz em “De la Démocratie en Amérique” que os americanos rejeitaram a honra, a ética e a ideologia em troca do contrato, pois só o contrato torna todos iguais perante a lei. Ao mesmo tempo trocaram a “fraqueza” dos CAR (católicos apostólicos romanos) que anseiam pelo perdão de Deus e pela vida eterna no Outro Mundo, enquanto vão fazendo todo o tipo de tropelias neste, pela consistência do trabalho e frugalidade neste mundo “...que conduz à presença de reis...” e que só pode ser medida pela riqueza acumulada ou seja “és o que acumulaste” deixando para o outro só as coisas da alma.
Dito isto há alguns americanos que foram “infectados” pelo humanismo europeu, cerca de 48% deles que se juntaram nos litorais Leste e Oeste de acordo com as últimas eleições. Basta perguntar: seria possível que um católico, casado depois de divorciado, educado na Suiça e residente em Boston fosse eleito para presidente dos EUA? Claro que não. JFK foi um erro que, meu prognóstico, nunca mais voltará a acontecer nos EUA!
David Gouveia
publicado por quadratura do círculo às 18:24
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Armando faria a 14 de Março de 2007 às 21:36
eu até concordo


De Armando faria a 14 de Março de 2007 às 21:37
sim sim pois claro


Comentar post

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds