Terça-feira, 19 de Outubro de 2004

Abílio Ribeiro - Governo de imagem

Nunca como agora se viu um Governo virado para a «imagem». Pensava-se que estas coisas do «marketing político» não iriam para além do branqueamento de dentes do Dr. Paulo Portas, mas, por aquilo a que assistimos, a «imagem» tornou-se numa obsessão descontrolada (que não olha a meios para atingir os seus fins). Vem isto na sequência da comunicação feita por Pedro Santana Lopes a "todos os portugueses e portuguesas". Cabelo aprumado, óculos que no conjunto dão um certo ar intelectual, as flores cor-de-laranja, a fotografia dos filhos e a fotografia ao lado de João Paulo II. Em vez do teleponto (até porque é preciso não confundir o estilo com Sócrates...), o Primeiro-Ministro assumiu a presença das «cábulas», partilhando o olhar entre as folhas, com o discurso impresso, e a câmera de televisão. Não será por mero acaso que o Governo, numa atitude inédita entre nós, decidiu avançar com a criação de uma central de comunicação. Contrataram-se profissionais da área, a peso de ouro, e toca de mostrar trabalho feito... O que aconteceu neste Verão caracteriza bem o melhor que há em termos de estratégias de marketing. Vários ministros anunciaram medidas que há muito já estavam anunciadas, trocando as férias pelo trabalho político no terreno. Veja-se o caso do Ministério do Dr. Paulo Portas: um dos poucos que raramente mete férias em tempo útil, aproveitando a falta de assunto nos órgãos de comunicação social para mostrar o que todos já tinham visto ou ouvido. O sistema político está, definitivamente, inquinado. Tudo é propaganda. Portugal será, por esta altura, um verdadeiro «case study». Os teóricos deveriam estar atentos, inclusive, a fenómenos destes: como é possível não haver uma única palavra que justifique a saída de Marcelo Rebelo de Sousa da TVI (nem que fosse pela boca do próprio)?! A não ser que a estratégia de Marcelo seja a de preparar terreno para as Presidenciais... No fim de contas, ele acaba por sair imaculado de todo este processo. Lá está: é o marketing político... Abílio Ribeiro
publicado por quadratura do círculo às 19:28
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds