Quarta-feira, 13 de Outubro de 2004

Amora da Silva – “Defesa” do Governo

Uma onda de unanimismo liderada entre outros por Vicente Jorge Silva, Pacheco Pereira, Vital Moreira instalou-se nos jornais, nas televisões, na rádio, para não falar nesses subterrâneos da net que dão pelo nome de blogs. Sempre me habituei a desconfiar das opiniões maioritárias. Pelo modo como as coisas estão já nem parecem opiniões mas consubstanciada doutrina dogmática que afirma ser o governo, os partidos que o suportam, todos aqueles que o apoiem ou denotem qualquer simpatia uma máfia conspirativa, encarnação diabólica,
bando de vampiros prontos a sugar toda a riqueza da nação, corruptos
descarados e sem pingo de vergonha … sei lá que mais! Esquecem-se todos eles que ainda há poucos meses o Presidente da República eleito por muitos desses arautos, confiou e empossou este governo que tem, no essencial, feito o que todos os anteriores fizeram: nomeações de pessoas da sua confiança política (o que é normal); remodelação da frota automóvel, pois não iam ministros novos usar carros usados; fazer favores a familiares e amigos (que diabo temos de ser uns para os outros! Não é como aquele ministro do governo anterior que acusado de favorecer a filha de um colega seu para entrar na faculdade veio dizer que nunca tinha feito um favor na vida. Que mal tem
fazer um favor, uma graça? Preferem fazer negócio? Criticável seria: - Eu meto-te a filha na Universidade mas passas-me para cá dez mil euros!
Depois criticam o Sr. Ministro Rui Gomes da Silva que teve a coragem de chamar os bois pelos nomes, de uma forma frontal e só o hábito nacional do rodeio e das palavrinhas mansas podia causar tal alarido: Como se incólume, isenta e virginal comunicação que temos, os nossos inabaláveis valores democráticos estivessem em perigo, saltaram imediatamente a terreiro os mais denodados cavaleiros (a maior parte deles de muito triste figura) terçando armas porque a sagrada liberdade de expressão havia sido profanada. De tudo
isto se está a rir o inocente professor MRS a quem todos atribuem
elevadíssima inteligência e da qual o país até hoje tão pouco beneficiou.
Não me admirava nada que tal como o povo de um lugar da Madeira – não sei como se chama, apesar dos telejornais nos bombardearem continuamente com a notícia – se faça um levantamento popular a reclamar a homilia dominical.
Claro que o Sr. ministro Rui Gomes da Silva provavelmente atribuiu
consequências às críticas do professor que elas não têm. Claro que muitas vezes o professor era verrinoso para o governo de que faz parte, como já o fora para o do seu antecessor e para o do piedoso engenheiro Guterres. Mas não era o dizer mal que lhe dava audiência: era o falar bem, ou mais do que falar bem comunicar bem. O povo importa-lhe pouco o conteúdo, prende-se antes à forma. Então acham que o que torna populares os programas de Hermano Saraiva é o rigor histórico? O pregador que prega bem, não é pelo que diz
mas pelo modo como o diz.. “A Casa das celebridades”, onde espero um dia ver o Dr. Alberto João Jardim, da mesma estação, não cativa pelo conteúdo pois, penso que não se passa lá nada mas pelas celebridades (as coisas pequenas que fazem esta gente grande). A nossa realidade é cada vez menos feita de substância e cada vez mais feita de verbo ( e sobretudo da verba que a sustenta) Adelino Ferreira Torres, que muitos julgam tosco e inculto, há muito o descobriu. João Jardim, a frontalidade em pessoa, é um catedrático na matéria e depois admiram-se como é que o homem se mantém cada vez mais firme no cavalo do poder. Abram os olhos, inocentes!
Amora da Silva
publicado por quadratura do círculo às 18:04
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds