Quarta-feira, 29 de Setembro de 2004

Maria A. Ribeiro - Ainda o Ano Lectivo

Tem sido com enorme espanto que tenho assistido a todos os debates e conversas a propósito do início do ano lectivo - em concreto, a colocação de professores.
Não me revejo na maioria dos comentários que têm sido feitos. Devo, concerteza estar errada, mas não consigo pensar de forma diferente.
Existem, na minha opinião, dois pontos fundamentais nesta questão: 1ª Houve manifesta incompentência da equipa do Ministério da Educação; 2ª O que é necessário fazer para resolver em definitivo a questão da colocação de professores.
Não consigo concordar, de todo, que este atraso na colocação dos professores põe em causa o ano lectivo. Penso mesmo, que ao enfatizarmos esta questão estamos a prestar um péssimo serviço aos nossos estudantes. Senão vejamos: ao longo que toda a nossa vida,nomedamente profissional, deparamos com situações, em que por erro ou outra razão, mesmo que não da nossa responsabilidade, teremos de "correr atrás do prejuízo". Estas situações não são resolvidas com demagogias e muito menos com politiquices. São resolvidas com honestidade, esforço, dedicação e competência.
Tenho um filho no 8º ano, que, por frequentar um colégio particular, está em aulas desde 20 de Setembro, mas quem começar agora, não chega concerteza atrasado. Acresce ainda que a reforma curricular veio diminuir significativamente o número de horas lectivas da maior parte das matérias. Não me venham dizer que uma aula por semana de história ou geografia não é recuperável. Só não o é se alunos e professores o não quiserem! O discurso catastrófico que tem sido feito só contribuiu para que não o queiram.
Sempre frequentei escolas públicas, com péssimas condições ao nível de instalações, ao ponto de não haver aulas quando chovia, e nem por isso, deixamos matéria por estudar. Os meus pais e professores (felizmente na sua meioria competentes) sempre me ensinaram a vencer as dificuldades e a não baixar os braços. Entrei na Universidade com média de 19 e não fui a única de entre os meus colegas, até porque sou uma pessoa perfeitamente dentro da norma, a nível intelectual.
Ontem ouvi dois comentários que me arrepiaram.
Num programa da SIC Notícias, esteve presente um jovem estudante (penso que de 12º) com o discurso mais demagógico possível e revelou total incapacidade para responder às perguntas da jornalista, pois trazia uma discurso preparado sobre assuntos que não os que estavam em dicussão (como sejam as aulas de 90 minutos).
Num café, ouvi o seguinte comentário de estudantes do 12º ano: "Esta Ministra não pode demitir-se, porque com ela no Governo, os exames do 12º ano vão ser fáceis. Ela não pode arriscar a que chumbe muita gente, senão aí crucificam-na." "Estamos cheias de sorte, mais férias e este ano vai ser mais fácil".
Isto é, no mínimo deprimente.
Não podemos, na minha opinião, deixar impune a incompetência da equipa do Ministério, pois seria um péssimo exemplo, para os nossos jovens. E não venham atirar as responsabilidades para cima da COMPTA, porque é tão incompetente o que realiza mal uma tarefa como aquele que paga a um fornecedor externo incompetente.
Maria A. Ribeiro
publicado por quadratura do círculo às 12:40
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds