Terça-feira, 28 de Setembro de 2004

André Sousa - Preocupação com andebol

É com muita honra e satisfação que vos escrevo, mas é acima de tudo com enorme e inabalável esperança que este mail seja no mínimo referido e publicitado no vosso tempo de antena perante Portugal.
Ponto da situação: sou um jogador de andebol, a minha equipa participa na LPA, escalão máximo do andebol nacional. Ao mesmo tempo e em simultâneo, sou um estudante universitário, a minha vida estudantil é integralmente sustentada com os subsídios que obtenho pelo meu contributo desportivo ao longo do ano.
A situação em que o Andebol português se encontra é no mínimo vergonhosa, mas mais que isso é o retrato da ineficácia do poder político sobre certas e determinadas situações. Os meu conhecimentos jurídicos são diminutos, mas parece-me que a questão não é somente jurídica mas também de moralidade, transparência e bom senso. O presidente da Federação Portuguesa de Andebol sempre se mostrou pouco tolerante para com outros poderes dentro da modalidade, a criação e reconhecimento da Liga como entidade por parte do estado português foi um duro golpe na sua influência sobre o mais alto nível da modalidade ao nível de clubes em Portugal. Como não conseguiu evitar o reconhecimento, foi usando dos poderes que tinha e tem, ao longo dos ultimos tempos para encalhar, encravar e atrofiar o natural desenvolvimento deste novo organismo autónomo da modalidade (LPA). A liga não se conseguiu impor a estes movimentos subversivos (ameaças de impedimento dos atletas de representar a selecção, fornecimento de árbitros, aliciamento a clubes da liga para que fossem paro campeonato da federação, inexistente apoio à liga, transmissões em canal aberto para a 2ª liga do Andebol enquanto que o principal campeonato só dava em canal codificado etc...), e não teve um crescimento natural e consequente, facto que só veio dar força às teorias do Presidente da FPA e enfraquecer a posição da LPA. O futebol, o basquetebol têm ligas onde as federações cooperam com elas e não existem estes tipos de problemas - não é admissivel esta situação, pior ainda é a forma de estar do poder político quando estas manobras e estes problemas nascem, crescem e apodrecem na praça publica. Nada é feito para que no mínimo a legalidade e a boa imagem do desporto e do associativismo em portugal seja mantido e respeitado. Na minha óptica pessoal, o Sr. Hermínio Loureiro tem tido uma postura de não desagradar a nenhuma das partes, que nada tem contribuido para que estes problemas não se coloquem sequer. Penso que, se este caso fosse com o futebol, seria tratado de forma diferente, facto que é natural, mas não é justo. Para tal gostava que tendo em conta a consideração que os portugueses têm para convosco, abordassem este tema.
O facto de a 1ª jornada da Liga Profissional de Andebol ter sido adiada é um sinal de alerta, se é que eram precisos mais. Preocupa-me bastante a situação da modalidade, mas também a minha situação pessoal a curto prazo com esta problemática.
André Sousa
publicado por quadratura do círculo às 19:02
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds