Segunda-feira, 12 de Julho de 2004

Fernanda Valente - Fazer justiça

Permito-me juntar a minha reflexão, para concluir este meu "périplo" de opiniões sobre o presente momento político.
A decisão do Senhor Presidente da República foi, porventura, a mais correcta no actual quadro da política nacional. Tranquiliza-me o facto de ser este alto dignitário representativo dos poderes presidenciais, um militante do partido socialista, a tomar essa decisão.
Os cidadãos que agora o criticam, refiro-me sobretudo aos seus pares da militância política, deveriam saber gerir as suas emoções, moderando o seu discurso, sob pena de estarem a cometer uma grande injustiça.
Com as intenções de voto dos cidadãos, voltadas à esquerda e à direita, o Partido Socialista tem agora a sua grande oportunidade, se se tornar na força aglutinadora dos votos do centro, o que lhe permitirá não só sair vencedor das próximas eleições legislativas, como até obter a tal maioria absoluta que todos os partidos almejam, e tão necessária é à estabilidade governativa.
O Partido Socialista tem, perante o seu eleitorado, nomeadamente os seus fundadores, legítimos co-mentores da mudança da política do Estado Novo em Portugal, o dever histórico e a obrigação moral de se constituir como o principal partido da alternância democrática, na presente conjuntura política, por oposição à actual maioria parlamentar de coligação, maioria essa constituída, na sua maior parte, por um partido cujos orgãos representativos, pertencentes a uma classe política que poderíamos apelidar de arrivista, reiteradamente evocam a única referência política e ideológica de vulto de que dispõem nas suas hostes, para justificar os meios, por vezes pouco ortodoxos, com que pretendem atingir os fins.
Quero, aqui, prestar tributo ao Dr. Ferro Rodrigues, não ao político, mas ao Homem, pela integridade e força de carácter que demonstrou ao abandonar o cargo que detinha dentro do seu partido, contrariamente ao Dr. Durão Barroso que, seduzido por um cargo europeu, saiu sem brilho, comprometendo para sempre o seu futuro político em Portugal.
Fernanda Valente
publicado por quadratura do círculo às 13:46
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds