Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2006

Fernanda Valente - Madeira e Menezes

1. Estou feliz. E, estou feliz, porque na minha qualidade de funcionária pública, docente há um bom par de anos, médica ou enfermeira de uma unidade hospitalar ou centro de saúde de uma zona inóspita como o são a maior parte das concelhias no nosso país, militar na reserva ou no activo de um palco de guerra ido, aquartelada e conformada à especificidade operacional de um Julgado de Paz, encontrando-me perante a iminência de vir a perder direitos adquiridos e hábitos conjugados que só um tempo negligente e fora do contexto universal de uma economia globalizada conseguiu materializar, posso, a partir de agora, contar com um aliado de peso “empenhado em fazer cair o Governo socialista”, contra os desmandos e arbitrariedades da sua política reformista, aliado que é, nada mais nada menos, do que o PSD /Madeira, o seu secretário-geral e o próprio Governo regional com todos os seus “créditos executivos”, personagens ministeriais do mais alto gabarito e não só. Obviamente que, como vem sendo hábito, também vou poder contar, na minha manifestação, com a presença impar do próprio secretário-geral deste partido no Continente.
2. Luís Filipe Menezes é um romântico e um sedutor. Sedutor, porque está apostado em seduzir o centro político, pois como ele muito bem sabe, é ao centro que se ganham as eleições. Mas, os eleitores portugueses, do mesmo modo que os franceses “ne sont pas des gogos qui choisissent leur bulletin de vote comme on achète un yaourt”, conforme dizia um editorialista francês a propósito da estratégia de instrumentalização dos media, por parte de Sarkozy,  no sentido de vir a obter dividendos políticos e eleitoralistas na sua mais que provável candidatura à presidência francesa.
No seu blogue, LFM, critica os dirigentes social-democratas, incluindo o seu líder, pelas reacções desfavoráveis às declarações proferidas pelo Sr. Presidente da República em entrevista recente, em que fazia a apologia da política reformista do Governo. Faz transportar para a oposição, e muito bem, a obrigatoriedade de “exigir medidas mais arrojadas e com outro sentido estratégico” em alternativa às medidas tomadas pelo actual executivo, denunciando, deste modo, a “falta de rumo, ideias e propostas do PSD”, que se limita a “andar na cauda do cometa” ali designado por Cavaco Silva. Iliba, assim, o Presidente de qualquer responsabilidade partidária, tendo sido precisamente essa, a mensagem que foi transmitida por este, na sua entrevista, ao eleitorado social-democrata. Ilibando-o no presente, por uma questão de interesse estratégico, vaticina-lhe uma curta existência na cadeira presidencial, uma vez que, como afirma numa entrevista dada a uma revista em Setembro do ano passado, vê-se “a apoiar um novo ciclo de 10 anos liderado por Durão Barroso a partir de 2011”.
LFM é também um romântico, politicamente falando. Vive a política de uma forma emotiva. Dificilmente virá a ter o carisma necessário à liderança de um partido com o passado histórico do PSD, que só uma forte determinação, uma alta visão estratégica e um inabalável sentido de Estado podem protagonizar. 
Fernanda Valente   
publicado por Carlos A. Andrade às 19:20
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Feios Porcos e Maus a 15 de Dezembro de 2006 às 19:35
NÓS E OS ABORTOS
Acho muito bem muito bem que o Estado, todos nós suportemos os custos dos Abortos. Penso mesmo que ao Governo e aos Dignissíssimos Politicos ficaria bem aproveitarem as Maternidades entretanto encerradas por este País fora para criarem unidades Abortivas especializadas e com gestão partilhada pelas Farmaceuticas e pela Empresas ligadas produção de Cosmética e de Comercialização de Células Estaminais. Já que neste mundo nada se perde .. tudo se transforma e dum feto e da respectiva placenta podem-se criatr um sem fim de derivados .... que depois de tratados são o tutano destas florescentes industrias... tal e qual a industria do Petróeo só que Petroleo esgota-se a olhos vistos os Abortos só podem crescer... aumentar será uma Industria Florescente .... Inovadora Néh OH SUCRUTUS....... eh pá chama Já o Bill sim esse mesmo ....
Se assim fôr acredito que dos fetos abortados ainda se faça algum dinheiro que ajude a equilibrar o Serviço Nacional de Sauúde e quem sabe nos possamos tornar o 1ºPaís do Mundo a poder exportar células estaminais nas devidas condições equilibrando deste modo a Balança de Transações Correntes e acabar ou diminuir o nosso sistemático défice comercial. Seriamos um País Inovador criativo e por certo que depois de equilibradas as Contas o UE dariauma medalha de honra aos nossos dignissimos Governantes e seus correlagionários fosse com ums férias nas maldivas ou no Dubai isso não interessa o que interessaria era se eles fossem e não mais voltassem.

E já que de morte se fala. Morte que Nasce e Morre connosco, sendo por isso a nossa mais leal companheira e amiga. Porque não aproveitar as mesmas Maternidades encerradas para simulatneamente facultar a morte a quem já não dê uma prá caixa e seja um encargo incomportável seja para o Serviço Nacional de Saúde ou para o Parco Equilibrio dito vulgo Sustentatibilidade do Sistema de Segurança Social ... Pelo que propunha que para os casos desesperados doenças terminais a Eutanasia fosse aplicada sem apelo nem agravo e sen procedesse ao aproveitamento dos restos mortais - vulgo - ENTULHO - destes defuntos e vendê-los para as fábricas de rações para animais. Dos que acidentados não tenham recuperação se retirassem todos os orgãos válidos e em condições e se exportassem como a titulo de exemplo dado no 1º Paragrafo estabelecendo do mesmo modo as devidas parcerias.
Para os que são um encargo demasiado para o Orçamento das Pensões vulgo Sutentabilidade - propunha que todos os pensionistas com pensões superiores a 1000 Euros fossem exterminados independentemente da Idade e que os resultados da venda , se fosse possível, dos seus orgãos revertesse para o Fundo Nacional de Pensões . Aí como o sistema se tornava sustentável ....
Penso que estas ideias serão mais claramente e transparente adaptadas . Elas já o são efectivamente aplicadas pois a recentes medidas de redução das pensões e aumento da idade de reforma, redução das comparticipações, aumento das taxas ditas moderadoras, encaminham muitos Portugas para fora do sistema pois terão um dilema entre mãos - ou comem (pão e e e... ) ou compram medicamentos ... ou vão ao médico e com muita sorte sao atendidos depois de mortos o que até já nem é mau pois pelo menos estes sabem que os seu corpo, e orgaos não foi para "reciclagem" nem foi esquartejado a favor de uma alma benfadada que tenha acesso ao sistema nacional de saúde .. então só prós ricos..... Dizia que enfim o holocausto premeditado dos governantes está em marcha paulatinamente suavemente sem grandes ondas .... assim o povo até vota neles e dá-lhes confiança seja a um Partido "social Democrata" .. EH EH, a um Partido "Socialista" AH AH AH AH , e a todos os outros cias e ismos .... que mais não fazem que MAMAR a GRANDE TETA DO POVO.
ViVó ABORTO
Politicos deste País cumpram a vossa missão ABORTEM exterminem-se Não Procriem .... Façam um favor o Povo ...
Vêm sou uma fonte da Vossa "Inspiração" por avor não copiem isto tem direitos de autor Vide meu blog .


De Feios Porcos e Maus a 6 de Janeiro de 2007 às 18:57
Enviada em 6 de Janeiro de 2007
Quem entender e fôr de Lisboa pode e deve saber como é que os Deputados Eleitos pelo nosso Circulo utilizam o tempo - o nosso tempo - uma vez que somos nós que lhes pagamos.

Petição Individual enviada em 6 de Janeiro de 2007
Ex.mo Senhor Presidente da Assembleia da República.

Antes de mais agradeço a sua disponibilidade e paciência em eventualmente dar seguimento a esta simples petição mas como Cidadão Eleitor julgo ainda ser meu direito conhecer da actividade dos Deputados. Assim solicito o seguinte.

De acordo com o regimento da Assembleia da Républica nomeadamente o estipulado no Artigo 54 número 8 , em que se diz ficarem reservadas “por regra” as segundas-feiras para contactos com os Eleitores.

Face ao exposto naquele artigo e nomeadamente naquelo ponto, agradecia que me fosse enviada a Agenda de cada um dos Exmos Deputados abaixo indicados, eleitos pelo circulo de Lisboa , desde que este Governo tomou posse até 31 de Dezembro de 2006.
Onde conste, obviamente, a Data, Hora e Local. Bem como, com quem se reuniram, o motivo e quais as iniciativas politicas que cada uma dessas reuniões levaram a implementar individualmente por cada um deles ou através do seu Grupo Parlamentar e qual a legislação produzida aprovada ou motivada exclusivamente por esses contactos.

Ana Maria Ribeiro Gomes do Couto PS
António Alfredo Delgado da Silva Preto PSD
António Bento da Silva Galamba PS
António Carlos Bivar Branco de Penha Monteiro CDS-PP
António Filipe Gaião Rodrigues PCP
António Ramos Preto PS
Arménio dos Santos PSD
Artur Miguel Claro da Fonseca Mora Coelho PS
Bernardino José Torrão Soares PCP
Duarte Rogério Matos Ventura Pacheco PSD
Francisco Anacleto Louçã BE
Francisco Miguel Baudoin Madeira Lopes PEV
Helena Maria Moura Pinto BE
Henrique José Praia da Rocha de Freitas PSD
Jaime José Matos da Gama PS
Jerónimo Carvalho de Sousa PCP
João Barroso Soares PS
João Carlos Vieira Gaspar PS
João Guilherme Nobre Prata Fragoso Rebelo CDS-PP
João Miguel de Melo Santos Taborda Serrano PS
José Alberto Rebelo dos Reis Lamego PS
José Augusto Clemente de Carvalho PS
José Eduardo Vera Cruz Jardim PS
José Manuel de Matos Correia PSD
Leonor Coutinho Pereira dos Santos PS
Luís Emídio Lopes Mateus Fazenda BE
Luís Maria de Barros Serra Marques Guedes PSD
Luís Pedro Russo da Mota Soares CDS-PP
Manuel Alegre de Melo Duarte PS
Marcos Sá Rodrigues PS
Maria Cecília Vicente Duarte Honório BE
Maria Celeste Lopes da Silva Correia PS
Maria Custódia Barbosa Fernandes Costa PS
Maria de Belém Roseira Martins Coelho Henriques de Pina PS
Maria Helena Passos Rosa Lopes da Costa PSD
Maria Irene Marques Veloso PS
Miguel Tiago Crispim Rosado PCP
Nuno Maria de Figueiredo Cabral da Câmara Pereira PSD
Pedro Augusto Cunha Pinto PSD
Pedro Manuel Farmhouse Simões Alberto PS
Pedro Miguel de Santana Lopes PSD
Pedro Quartin Graça Simão José PSD
Rita Susana da Silva Guimarães Neves PS
Rui do Nascimento Rabaça Vieira PS
Rui Manuel Lobo Gomes da Silva PSD
Telmo Augusto Gomes de Noronha Correia CDS-PP
Umberto Pereira Pacheco PS
Vasco Seixas Duarte PS

Muito Obrigado
Um Cidadão Eleitor



De Zé da Burra a 23 de Janeiro de 2007 às 11:46
Referindo parte do texto da Sra. Fernanda Valente - Madeira e Menezes (Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2006)

"Mas, os eleitores portugueses, do mesmo modo que os franceses “ne sont pas des gogos qui choisissent leur bulletin de vote comme on achète un yaourt”"

Para ser mais directo, esclareço os menos conhecedores que o resultado das eleições democráticas são o fruto de técnicas altamente evoluídas de controlo da "opinião pública" que se faz dia a dia pelos "média", os quais têm que alinhar com com o sistema dominante e os que ousarem desafiá-lo não verão os seus trabalhos publicados e sugeitam-se a perder os seus empregos, ou, pelo menos, a ser colocados na "prateleira".

Quem dominar a comunicação social tem o poder na palma da mão. Porque é que existem os magnatas da comunicação social? Será que é uma actividade directamente muito lucrativa? Parece-me que não! Então porquê tamanho interesse nela? Adivinhe você que está a ler este comentário e é inteligente....

Porque é que aquele ou aquela jornalista corta a palavra ao entrevistado, mesmo no momento exacto em que ele vai justificar o seu ponto de vista e no final de qualquer debate televisivo ficamos a saber o que sabiamos antes ou pouco mais?



Comentar post

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds