Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007

João Brito Sousa - Futecracia III (Resposta a João G. Gonçalves)

O menos  que se pode dizer da crónica do senhor João G. Gonçalves - Futecracia III, é que é impressionante, quer pela dimensão do texto, quer ainda pela maneira fantástica como foge à questão central em causa, e que é, penso eu, o estado do futebol em Portugal, baseado no livro "Eu, Carolina".
Se o artigo em apreço tiver como causa próxima o livro "Eu, Carolina", o senhor João G. Gonçalves, consegue este feito memorável; aborda tudo ao contrário e, fantasticamente, consegue ver em Luís Filipe Vieira um culpado, só por este ter afirmado, parece-me, que há corrupção no futebol português.
O artigo é enorme  e parece-me estarmos perante uma tentativa  de desviar as atenções do assunto central do livro,  que é a denúncia do, parece-me, comportamento (...) de Pinto da Costa citado no referido livro. A conclusão do senhor João  G. Gonçalves parece-me não ser séria,  porque aborda todos os assuntos menos este comportamento do senhor Pinto da Costa, que ainda não desmentiu uma linha do que consta no livro (...).
A pergunta que gostava de ver respondida  é esta: Porque é que o senhor Pinto da Costa  não veio a terreiro desmentir as acusações que lhe foram imputadas? Porque é que a imprensa vem tentando, parece-me, branquear a
situação .procurando outros alvos?   Porque é que a cidade do Porto está
calada perante tão graves insinuações.?..
João Brito Sousa/Porto
publicado por Carlos A. Andrade às 19:54
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De David Estêvão Gouvêa a 14 de Janeiro de 2007 às 13:34
Porque em democracia é-se inocente até provado culpado e o ónus da prova está em quem acusa. E para mim é a palavra de uma pessoa contra outra o que deixa a questão por decidir. Se houverem provas documentais: fotografias, vídeos , gravações, cartas etc. outro galo cantaria. Ou então apresentem-me meia dúzia de pessoas, dispostas a serem interrogadas durante 4 horas cada, e que a história delas bata certo.


De João Brito Sousa a 14 de Janeiro de 2007 às 16:54
PORTO, 2007.01.14

Reposta ao David Estêvão Gouvêa

Vou aceitar o ponto de vista que o senhor emitiu, talvez seja até um parecer técnico, mas se me permite, gostava de lhe recordar que, ainda na semana que agora terminou, o Major Valentim Loureiro, o senhor Pinto de Sousa e o senhor Fernando Madureira, reagiram às acusações de que foram alvo, ignorando esse princípio que o senhor invoca, de que se é inocente até prova em contrário.
È verdade também que o Vice Presidente da Académica (acerca dos tais cem mil euros, que, parece, foram encontrados na viatura do Presidente) veio à TV dizer que o Presidente José Simões estava limpo ... e afinal, parece que não estava nada, o que veio deitar por terra a honradez das palavras dos Presidente e Vice da Académica.
De facto, acho bem que, dizer por dizer, é melhor estar calado.
Mas o senhor diz ainda, que, neste caso, é palavra contra palavra, mas não me parece que seja, pois o Presidente do FCPORTO não contrariou nada (parece que disse apenas estar de consciência tranquila...). Por enquanto só o livro “Eu, Carolina” é que fala e, parece-me que até prova em contrário é tudo verdade, porque nada foi desmentido, o que, convenhamos, não é nada abonatório.
Sobre este assunto, parece-me que o Dr. Miguel de Sousa Tavares já pediu a demissão do Presidente do FCPORTO (um pedido carregado de timidez) e o Dr. Manuel Serrão, parece que escreveu no JN que, mais vale estar no apito dourado do que na operação furacão.
Acho muito estranha a atitude dos sócios, simpatizantes e outras forças afectas ao FCPORTO que se mantêm alheias, àquilo que me parece ser uma acusação de corrupção. Resta-me apenas confiar no senhor Fernando Madureira que disse ia colocar a autora do livro “eu, Carolina” em Tribunal..
No fundo, quero que o senhor saiba que não estou nada de acordo com a sua argumentação.
João Brito Sousa


De João Brito Sousa a 15 de Janeiro de 2007 às 19:02
“OS CEM MAIORES PORTUGUESES DE SEMPRE...”

PORTO, 2007.01.15

A listagem dos cem maiores portugueses de sempre, apresentada ontem à noite na RTP 1 por Maria Elisa, tem algumas posições ocupadas por pessoas que, na minha opinião nada fizeram para que tal se justifique. Por outro lado, existem figuras de reconhecido relevo que levaram bem longe o nome de Portugal e que foram omitidas, como as pessoas do cinema, os realizadores Manoel de Oliveira e João César das Neves e os actores “da idade de ouro do cinema português” Vasco Santana, António Silva, Beatriz Costa e Ribeirinho, entre outros.
Em meu entender, a listagem não é rigorosa, porquanto contem nomes de pessoas, como José Mourinho e Pinto da Costa, que não me parece terem protagonizado feitos de grandes relevo para o País, principalmente tendo em vista a área profissional em que se inserem. Acho até, que seria interessante fazer-se um estudo, para se saber quais foram as áreas geográficas do país que votaram nestas duas personalidades.
O treinador de futebol, que aparece no programa a beijar taças “ganhas” pela equipa do FCPORTO, tem talvez dez anos do exercício da profissão e isso é muito pouco tempo para se poder avaliar da sua competência e não temos a certeza que Mourinho seja recordado daqui a cem anos como um grande treinador de futebol. Além do mais, treinador de futebol, é uma profissão que depende de trabalho de outros serviços de apoio, i.e., não actua isoladamente ( toda a organização do clube e os adjuntos podem ser exemplos...) se bem que seja preciso saber articular tudo isso.
Não sei se a votação nessas pessoas quis valorizar o norte do País, mas se assim foi, quem votou Pinto da Costa, deveria ter votado em grandes cientistas e investigadores que existem na cidade do Porto e que foram ignorados, como por exemplo o médico Professor Doutor Manuel Pais Clemente da Faculdade de Medicina do Porto, o único português que figura entre as mentes mais brilhantes do século XXI e cuja biografia será publicada no livro anual do Instituto Biográfico Norte-americano.
Não tenho a certeza disso, mas parece-me que os votos em Pinto da Costa vieram da cidade do Porto. A ser assim, a Invicta, ignorou os seus homens da cultura e da ciência para dar os seus votos, a quem está acusado neste momento, parece-me, de crimes de corrupção, aliás documentados por Carolina Salgado no livro “Eu, Carolina”. Lamento que a cidade do Porto, se foi ela que votou em Pinto da Costa, tenha perdido a honradez e valorizado as atitudes corruptas citadas. O meu Portugal não é esse e não votei Pinto da Costa.

João Brito Sousa


De Eduardo rocha a 17 de Janeiro de 2007 às 23:27
Então acha que se alguém o difamar num livro e V. não desmentir as acusações em público está a admitir que elas são verdadeiras? Bizarro conceito...

PS Por lapso publiquei anteriormente este comentário sob outro post.


De João Brito Sousa a 18 de Janeiro de 2007 às 08:24
Ao senhor Eduardo Rocha.

Viva,
Gostava, sinceramente, que mais pessoas me questionassem sobre os meus pressupostos como está a fazer o senhor ER, a quem agradeço desde já a participação. Quanto ao comentário que o senhor profere, parece-me bastante frágil. Como fui eu o autor do tema vou assumi-lo na íntegra e comentarei a sua resposta nestes termos: “Se alguém me difamar num livro ou por outra forma qualquer e eu não desmentir essas acusações em público, é porque estou a admitir que elas são verdadeiras e não tive coragem de as desmentir. Foi o que fizeram o Vice Presidente da Académica em relação ao Presidente José Simões, foi o que fizeram os acusados no processo “Apito Dourado” Valentim Loureiro, Pinto de Sousa, Fernando Madureira e ainda Vicente de Moura, que, ao receber ameaças de morte por se ter pronunciado sobre o caso de Nuno Assis, veio a público denunciar essas acusações.
Portanto, do meu argumento, posso deduzir que: “o desmentir acusações infundadas é a norma geral”, como se comprova pelas atitudes de VL, PS, FM e Vicente de Moura. Comportamento bizarro (entendido aqui como comportamento estranho ou comportamento fora das normas) é o que o senhor teve, ou seja, considerar como normal um comportamento anormal. Concorda?...

João Brito Sousa



De Julieta a 4 de Abril de 2007 às 02:55
Vicente de Moura não é corrupto?


De Pucci a 6 de Fevereiro de 2007 às 15:19
Manuel de Oliveira ainda vá que não vá, mas João C. das Neves francamente ...
O homem em questão é dum raquitismo intelectual que é de espantar neste século ainda existir. Uma raridade de estupidez e de pobreza de espírito.


De josé simões a 16 de Janeiro de 2007 às 22:14
Pelas mesmas razões porque o conteúdo das escutas telefónicas nunca foi desmentido. Agarram-se à possivel inconstitucionalidade das mesmas; o que convenhamos, ´~ao é bem a mesma coisa.
http://derterrorist.blogs.sapo.pt


De jbritosousa@sapo.pt a 17 de Janeiro de 2007 às 07:18

Não estou por dentro desse negócio das escutas telefónicas e não vou discuti-lo. A minha questão , que, deveria ser uma questão nacional e internacional, é saber quem foram os eleitores de Pinto da Costa para o lugar de 17º maior e melhor português de sempre quando o homem, parece-me, é acusado de corrupção e crime no livro de Carolina Salgado, “Eu Carolina”, nunca desmentiu nada formalmente como fizeram os também acusados Valentim Loureiro, Pinto de Sousa e Fernando Madureira, o que leva a considerar como verdadeiras as insinuações do livro, e entretanto, diz a imprensa, arranjou uma nova namorada na pessoa de uma jovem menina.
Uma personalidade com este comportamento não deverá estar nos dezassete lugares dos últimos quanto mais nos primeiros. Será que os votos para Pinto da Costa vieram da cidade do Porto? Se for assim, esta, que foi considerada de Invicta y muy nobre Leal cidade do Porto terá de passar a ser considerada, parece-me, a cidade que apoia o crime e a corrupção. Será assim? Quem tem a coragem de me contrariar? Agradece-se...

João Brito Sousa


De Feios Porcos e Maus a 17 de Janeiro de 2007 às 09:46
quem mais jura mais mente.....
Olha pró Dinossauro !

Sempre gostou de debitar sentenças ... mas poucos os ouvem pois sabem que ele é um dos responsáveis por estarmos como estamos.... na miséria e ainda fala "em defesa do modelo social europeu " . Mas afinal que modelo é esse que mais parece a passos largos o modelo social do Bangaladesh ???

Estes sucessivos Governos sejam de que partidos sejam, têm progressivamente suprimido restringido e acabado com tantas "conquistas" do 25 de Abril que bem feitas as contas estavamos bem melhor no tempo do Salazar onde pelo menos não havia tantas bocas para alimentar à pála do orçamento de Estado e dos fundos comunitários que consecutivamente o grosso da coluna vai sempre parar aos bolsos dos "habitues" e o resto as migalhas aos restantes para inglês ver.

Nada me espanta que o homem mais rico de Portugal não venha a ter um grosso apoio na sua OPA ainda que indirectamente para claro não dar nas vistas .... mas uns milhõesitos vão de certeza lá parar... duma forma ou de outra... e isto é um exemplo..... pois já estou a ver surgirem empresas de formação profissional tal e qual nascem os cogumelos à sombra de uns tantos "iluminados" que de formação nada dão mas o que conta é o número.... já estou a ver tanta coisa que enfim vai ser mais uma oportunidade perdida sendo que muitos outros milhões hão-de ser enterrados no TGV na OTA numas auto-estradas claro que com Portagenzitas da Brisa ou de outra qualquer participada .... pois não é ela uma das empresas Portuguesas com maior liquidez.... não é por acaso..... recebem 1 aqui 10 ali é sempre a pingar digo a mamar.... enfim e por fim .... o mau augurio foi lançado com a promessa, a "jura" do Socrates a afirmar que aquele dinheirinho vai ser aplicado criteriosamente ...... naquelas areas quele tanto ama..... mas quem é que acredita numa palavra, numa expressão de um Politico .... só mesmo um anormal.... existe mesmo um provérbio português e muito utilizado pelo Zé que se aplica a esta escumalha


De Eduardo rocha a 17 de Janeiro de 2007 às 23:23
Então acha que se alguém o difamar num livro e V. não desmentir as acusações em público está a admitir que elas são verdadeiras? Bizarro conceito...


De João Brito Sousa a 18 de Janeiro de 2007 às 08:25
Ao senhor Eduardo Rocha.

Viva,
Gostava, sinceramente, que mais pessoas me questionassem sobre os meus pressupostos como está a fazer o senhor ER, a quem agradeço desde já a participação. Quanto ao comentário que o senhor profere, parece-me bastante frágil. Como fui eu o autor do tema vou assumi-lo na íntegra e comentarei a sua resposta nestes termos: “Se alguém me difamar num livro ou por outra forma qualquer e eu não desmentir essas acusações em público, é porque estou a admitir que elas são verdadeiras e não tive coragem de as desmentir. Foi o que fizeram o Vice Presidente da Académica em relação ao Presidente José Simões, foi o que fizeram os acusados no processo “Apito Dourado” Valentim Loureiro, Pinto de Sousa, Fernando Madureira e ainda Vicente de Moura, que, ao receber ameaças de morte por se ter pronunciado sobre o caso de Nuno Assis, veio a público denunciar essas acusações.
Portanto, do meu argumento, posso deduzir que: “o desmentir acusações infundadas é a norma geral”, como se comprova pelas atitudes de VL, PS, FM e Vicente de Moura. Comportamento bizarro (entendido aqui como comportamento estranho ou comportamento fora das normas) é o que o senhor teve, ou seja, considerar como normal um comportamento anormal. Concorda?...

João Brito Sousa



De Feios Porcos e Maus a 20 de Janeiro de 2007 às 16:27
Partido Socialista em Festa Com Terroristas
Um deputado e não um deputado qualquer mas sim um do Parlamento Europeu, nosso digno representante nas esferas e circulos da Comunidade Europeia aproveita ao que parece bem mal o dinheiro dos contribuintes europeus para aprender a dançar a "dança da guerra " ao som dos batuques iranianos.

É para isto que parte do IVA que pagamos serve ? Para pagar as mordomias destes Politicos que dizem nos representar ?

Um "eurodeputado" ganha principescamente para além do "ordenado" que até tenho vergonha designar por tal, são-lhes pagas as deslocações o alojamento as refeições o secretariado as telecomunicações etc.. etc.... e para quê ... para se divertirem à conta do pagode. Aqui "felizmente" o pagode não são só os Portugas mas todos os contribuintes todos os contribuintes europeus que da CE fazem parte .

Este caramelo goza, o Partido Socialista goza connosco e todo o grupo do qual o Partido Socialista se integra ao nível do Parlamento Europeu goza com o Pagode.

Este politicos europeus estão-se a marimbar em como gastam o nosso dinheiro ele entra a rodos ele dá para tudo até para aprender a dançar.... confratenizar com movimentos terroristas que se divertem a matar, infelizmente digo INFELIZMENTE. não os nossos dignissimos politicos e dirigentes e grande empresários mas sim a matar estropiar quem vai no metropolitano, no autocarro , no comboio.... enfim quem trabalha e é o elemento mais fraco da cadeia ou seja o Zé (seja o zé donde seja) para estes politicos - os Zés são descartáveis eles que morram desde que eles se divirtam ainda por cima às nossas custas sejam com quem fôr que os tenha eleito e por mais incrivel que pareça quase ninguém que os elege e neles vota os conhece pois são designados pela Máfia Partidária tal como todos os deputados sejam de que area sejam ....

Aqui anexo o link do filme em que poderão ver o dignissimo eurode"puta"do (pelo menos até ser mandado retirar) a dançar, comer, rir a abraçar .... http://www.youtube.com/watch?v=aPQ0zlJyu98 - pelo menos uma centena de radicais islâmicos pertencentes a um grupo considerado pelos EUA, e por mais incrivel que pareça pela própria Comunidade, por Terrorista este facto só por si demonstra que a Lei a Ordem não é igual para todos - existe uma para os Zés e outra para Politicos para Empresários que os apoiam e que à revelia com eles negoceiam apoiando-os.

Será que esta actividade - a de Apoiar e Confratenizar com Terroristas - não dá prisão ? Onde estão o Ministério Público a Policia ???? Estes tipos são os novos "Intocáveis" ???? A Lei não é igual para todos ????

Aos nossos e outros, Politicos, Empresários do Sistema e Pró-sistema cuidem-se pois talvez um dia o tiro lhes saia pela culatra.

Não venha o Sócrates ou outro tipo qualquer desmarcar-se que vai de carrinho . O aparelho Partidário do PS (ou qualquer outro partido politico) é responsável por escolher e nomear os tipos para as listas pois não deixo de recordar que à uns anitos o José Seghuro disse publicamente que preferia ir para Europa - vulgo Parlamento Europeu - por estar cansado ..... agora aquela sentença faz mais entido que nunca .... Eles estão lá para descansar, e gozar à nossa pála.... continuem a votar nestes sem vergonha nestes párias e em breve estaremos todos a comer palha !!!!!!!!!


De João Brito Sousa a 21 de Janeiro de 2007 às 17:10
É ESTRANHO...

Das questões que tenho levantado aqui, que suponho serem de alguma gravidade, não tenho tido o retorno que esperava. Não sei se é alheamento do assunto, tipo, quero que isso se lixe ou se será incapacidade de desmontar as afirmações dos assuntos em discussão. O que se estranha muito.
Da net retirei que, de acordo com o Jornal Público, “Pinto da Costa” vai recorrer da decisão de Maria José Morgado de reabrir o processo de corrupção contra si, processo esse referente ao jogo entre o FC Porto e o Estrela da Amadora disputado em Janeiro de 2004, para o qual. Pinto da Costa e o empresário António Araújo teriam combinado, por telefone, uma festa particular que reunia prostitutas e a equipa de arbitragem.
A atitude de recorrer do Presidente do FC Porto é muito estranha, porquanto para um homem que estava de consciência tranquila no processo “Apito Dourado” estar agora preocupado com a reabertura do processo, leva a concluir que parece que estava feliz quando o processo tinha sido, ao que parece, indevidamente, arquivado.
Em minha opinião o que deveria preocupar o Presidente do FC Porto, seriam as declarações de Carolina Salgado, que parece ter dito no telejornal das 20 horas do passado dia 19.01, claramente, que Pinto da Costa comprava os árbitros para ganhar os jogos. Mas sobre isto o Presidente nem uma palavra de desmentido o que me leva a concluir que o que Carolina disse é verdade.
Ora se é verdade isto, como é que se elegeu Pinto da Costa como o 17º melhor português de sempre? E quem é que o elegeu? Era importante saber. Miguel Sousa Tavares está mais preocupado que Salazar e Cunhal estejam nos dez primeiros mas o 17º lugar de Pinto da Costa não o incomoda. Estranho.
Estranho é também o comportamento da imprensa do Porto, que ainda não percebeu, a, ao que parece, alhada em que o presidente do FC Porto está metido, pois no JN de hoje, 21.01, Manuel Tavares jornalista de “O JOGO”, questiona-se nestes termos: ”qual será a boa Maria José Morgado? A de Lisboa ou a do Porto? Por que raio haveria a procuradora de sentir-se ameaçada numas reuniões de trabalho no Porto?
Estranho esta posição da imprensa do Porto...

João Brito Sousa



De João Brito Sousa a 24 de Janeiro de 2007 às 12:19
Resposta a um leitor do JN que não percebe porque é que a Procuradora MJM anda assustada no PORTO. Esta resposta estende-se a todos que pensem de igual modo.



PORTO, 2007.01.024

Aló Nuno.
Bom dia.
Li a sua crónica no JN de hoje, que é, parece-me, um exemplo típico da humildade (é o que você diz; eu chamar-lhe-ia outra coisa) das pessoas do Norte (até está na História, essa coisa da humildade diz você).
Vivo aqui vai para dois anos e do contacto com as pessoas, se quer que lhe diga, não as acho nada humildes. Mas vamos à questão central. Diz o senhor que a Procuradora Maria José Morgado, em Lisboa apresenta-se desinibida e que aqui no Porto anda receosa (li a sua crónica no jornal do café, não tenho o jornal aqui à mão e estou a citar de cor). Nuno, admitamos que isso é verdade ( que a meu ver de verdade isso não tem nada, é conversa do Manuel Tavares do Jornal “O Jogo” e do José Guilherme Aguiar), responda-me à pergunta - você não sabe porque razão andará a Procuradora MJM assustada no Porto? Nuno, quero resposta sincera, olhos nos olhos e com honradez, OK. É capaz de me responder, repito, só com coerência.

Entretanto aceite os cumprimentos do
João Brito Sousa



De João Brito Sousa a 25 de Janeiro de 2007 às 11:51
Porto, 2007.01.25
No JN de hoje, o Rui Moreira, comentador desportivo do FCPorto no trio de ataque, vem com esta máxima:" Vi o Benfica/União de Leiria e assisti a uma actuação (de Lucílio Bpatista) fabricada e caseira. Ao longo do encontro assitimos a muitas decisões tendenciosas

Este comentário do Rui Moreira, além de me parecer mentiroso, porque ninguém de boa fé, poderá dizer tal disparate, está desactualizado, porque a arbitragem mede-se agora pela qualidade das prostitutas oferecids ao árbitro, como parece vem sendo hábito fazer-se no seu clube de há uns tempos a esta parte.

Rui, a questaõ é esta. houve oferta de prostitutas ao árbitro? POR QUEM, QUANTAS , ONDE?... Fico à espera da resposta.:

João Brito Sousa


De João Brito Sousa a 27 de Janeiro de 2007 às 11:45
PORTO, 2007.01.27

INVESTIGAR O QUÊ E PORQUÊ?...

Jesualdo Ferreira e Reinaldo Teles pediram ( vem na imprensa de hoje 27.01.07) que o jogo de futebol que o FCPorto disputou ontem à noite em Leiria fosse investigado. Nunca tal se ouviu a um treinador do Porto nem a um director do Porto, ainda por cima num campo que parece ter sido sempre aliado do Porto. Os comentários do treinador e do guarda redes Helton, que eu ouvi, foram proferidos ontem à noite após o jogo e foram também ontem à noite considerados infelizes pelos comentadores da rádio, Jorge Baptista, nomeadamente.
Visto os lances hoje de manhã na TV constato que Jesualdo tem razão, apenas no que disse respeitante às falhas dos atacantes e nada mais. Efectivamente é verdade que a bola não entrou por três ou quatro vezes como poderia ter entrado e o Porto ganharia o jogo se mácula. Quanto ao lance do Quaresma, quer Domingos quer Jesualdo Ferreira não quiseram ver o lance, porque Quaresma, na opinião dos especialistas foi bem expulso e na minha também porque agressão foi visível. Pergunta-se, mas investigar o quê e porquê?
Não vejo nenhuma razão para investigação. Gostava que alguém me explicasse porque razão foi pedia investigação.

João Brito Sousa





Comentar post

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds