Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007

João Brito Sousa - Futecracia III (Resposta a João G. Gonçalves)

O menos  que se pode dizer da crónica do senhor João G. Gonçalves - Futecracia III, é que é impressionante, quer pela dimensão do texto, quer ainda pela maneira fantástica como foge à questão central em causa, e que é, penso eu, o estado do futebol em Portugal, baseado no livro "Eu, Carolina".
Se o artigo em apreço tiver como causa próxima o livro "Eu, Carolina", o senhor João G. Gonçalves, consegue este feito memorável; aborda tudo ao contrário e, fantasticamente, consegue ver em Luís Filipe Vieira um culpado, só por este ter afirmado, parece-me, que há corrupção no futebol português.
O artigo é enorme  e parece-me estarmos perante uma tentativa  de desviar as atenções do assunto central do livro,  que é a denúncia do, parece-me, comportamento (...) de Pinto da Costa citado no referido livro. A conclusão do senhor João  G. Gonçalves parece-me não ser séria,  porque aborda todos os assuntos menos este comportamento do senhor Pinto da Costa, que ainda não desmentiu uma linha do que consta no livro (...).
A pergunta que gostava de ver respondida  é esta: Porque é que o senhor Pinto da Costa  não veio a terreiro desmentir as acusações que lhe foram imputadas? Porque é que a imprensa vem tentando, parece-me, branquear a
situação .procurando outros alvos?   Porque é que a cidade do Porto está
calada perante tão graves insinuações.?..
João Brito Sousa/Porto
publicado por Carlos A. Andrade às 19:54
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De Eduardo rocha a 17 de Janeiro de 2007 às 23:23
Então acha que se alguém o difamar num livro e V. não desmentir as acusações em público está a admitir que elas são verdadeiras? Bizarro conceito...


De João Brito Sousa a 18 de Janeiro de 2007 às 08:25
Ao senhor Eduardo Rocha.

Viva,
Gostava, sinceramente, que mais pessoas me questionassem sobre os meus pressupostos como está a fazer o senhor ER, a quem agradeço desde já a participação. Quanto ao comentário que o senhor profere, parece-me bastante frágil. Como fui eu o autor do tema vou assumi-lo na íntegra e comentarei a sua resposta nestes termos: “Se alguém me difamar num livro ou por outra forma qualquer e eu não desmentir essas acusações em público, é porque estou a admitir que elas são verdadeiras e não tive coragem de as desmentir. Foi o que fizeram o Vice Presidente da Académica em relação ao Presidente José Simões, foi o que fizeram os acusados no processo “Apito Dourado” Valentim Loureiro, Pinto de Sousa, Fernando Madureira e ainda Vicente de Moura, que, ao receber ameaças de morte por se ter pronunciado sobre o caso de Nuno Assis, veio a público denunciar essas acusações.
Portanto, do meu argumento, posso deduzir que: “o desmentir acusações infundadas é a norma geral”, como se comprova pelas atitudes de VL, PS, FM e Vicente de Moura. Comportamento bizarro (entendido aqui como comportamento estranho ou comportamento fora das normas) é o que o senhor teve, ou seja, considerar como normal um comportamento anormal. Concorda?...

João Brito Sousa



Comentar post

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds