Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006

Jorge Costa - Movimento de cidadania

O Poder da Cidadania, Contra Ventos e Marés
Os resultados das Presidenciais merecem uma profunda reflexão.
Em Portugal, ao fim de 30 anos e após várias tentativas, a Direita conseguiu eleger um seu representante para a Presidência da República.
Uma candidatura que era desmerecida e desvalorizada por todos, houve mesmo quem irresponsavelmente dissesse que sem apoio partidário não iria a lado nenhum, apoiada por um movimento de cidadãos empenhado, que nada almejava para si mas muito desejava para o país, conseguiu demonstrar ser a única alternativa viável para discutir uma segunda volta se a tivesse havido.
Há que reconhecer que a esquerda no seu todo, ainda que pela margem mínima , foi derrotada.
A desvalorização da importância das Presidenciais pela direcção do principal partido de esquerda, que achou que o assunto se resolveria por ele, começando por apostar em potenciais candidatos que nunca o foram, levou a que por razões ainda não suficiente esclarecidas fizesse uma aposta que se revelou pouco convincente e mobilizadora.
As lideranças partidárias ainda não entenderam que a tradição já não é o que era, e que os cidadãos estão cansados de aceitar sem discutir os seus ditâmes.
A candidatura de Manuel Alegre e o resultado obtido é a resposta a todos os bem pensantes ou carreiristas que acham, contra todas as evidências, que a terra se não move.
Até que um dia a casa vem abaixo...
Neste caso os cidadãos acharam que bastava que pensassem em seu nome e com a criação do movimento de cidadania, nascido e fortificado apenas em três meses, que suportou e movimentou a candidatura deram o sinal que nada poderá voltar a ser como dantes.
Não basta fazer promessas, há que honrá-las!
Mais de um milhão de portugueses deram o seu grito do Ipiranga, espera-se que a classe política não prossega no seu autismo até para seu próprio benefício. Não basta falar em transparência, há que praticá-la.
Os partidos do poder têm de ser transparentes, deixar de ser agências de emprego para os seus próximos, o que desvirtua e descredibiliza qualquer discurso moralizador que pretendam encetar.
Em definitivo o bloco central de interesses, em especial os particulares, tem de ser abandonado com urgência!
O dinamismo e afirmação expressa no resultados da candidatura independente de Manuel Alegre, evoca a revolta do povo de Lisboa quando impôs a coroação do Mestre de Aviz, enquanto as élites da época se degladiavam, como Rei de Portugal.
Assim subiu ao trono D. João I.
Agora o resultado não foi tão auspicioso, mas não deixou de abrir novos horizontes ao Poder da Cidadania!
O triste episódio da sobreposição de Sócrates à declaração de Manuel Alegre, na noite eleitoral, com silenciamento do último, não foi novidade para ele. Já habituado a que isso acontecesse quando há mais de 40 anos a então Emissora Nacional tentava silenciá-lo sobrepondo-se a sua emissão da Rádio Portugal Livre.
Que os cidadãos não adormeçam e reforcem o movimento de cidadania agora iniciado, fazendo ouvir a sua voz em todos os momentos importantes para todos nós, não será por falta de oportunidades que o não farão.
Por um Portugal de Todos, mais Livre, Justo e Fraterno!
Jorge Costa
publicado por quadratura do círculo às 19:42
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds