Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2005

José Duarte Amaral - "Olhe que não!"

De facto, aquela célebre frase – proferida pelo saudoso Camarada Cunhal, num frente-a-frente televisivo com o “camarada” Soares – ora, dita, pelo Prof. Cavaco, não teve a mesma ironia! De facto, não… Mas – convínhamos – foi oportuna a até teve alguma dose de graça! Pelo menos, fez rir o camarada Jerónimo e, com certeza, muitos telespectadores, dos quais, alguns, tiveram que explicar, aos mais jovens, a “história” daquela célebre frase! Só por isso, valeu a oportunidade do Prof. Cavaco ao proferir, no seu tom: “Olhe que não!... Olhe que não!...”. É que, aos mais jovens, nada dizem os debates quando se fala (e muito) sobre o passado político dos “potenciais” candidatos à PR, que, segundo os comentadores, serão, exactamente, os mesmos que mais tempo permaneceram na governação e (ou) no mais alto cargo desta “pobre – rica” Nação, desde o “25 de Abril”! Disse “pobre – rica”, porque, estando à beira da “falência – técnica” e ao ponto de se temer, a breve prazo, a sustentabilidade da Segurança Social, simultaneamente, dá-se ao luxo de arrancar com estrondosas obras, tais como: no passado – recente, a “Expo’98” e o “Euro’2004”; e, no presente, a “OTA” e o “TGV”, as quais envolvem muitos biliões de euros! De facto, sobre os assuntos que mais afligem os portugueses, os candidatos dizem pouco, ou quase nada! Mas, voltando à célebre frase, copiada pelo Prof. Cavaco, alguns recados pertinentes ao, ora visado, camarada Jerónimo: Quem foi que, no “1.º de Maio” de 1974, saltou para o “palco do protagonismo” abraçado ao Camarada Cunhal? Foi o Prof. Cavaco? Olhe que não!... Foi (ou não) um “abraço envenenado” por parte do “camarada” (burguês) Soares? Quem liderou o desastroso processo da descolonização? Foi Cavaco? Olhe que não!... Quem foi o PM que, logo no 2.º Governo Constitucional teve o desplante de aceitar a governação, coligado com o CDS de Freitas do Amaral? Foi o Cavaco? Olhe que não!...Quem foi o PM que nunca conseguiu cumprir, até ao fim, os seus mandatos? Foi o Cavaco? Olhe que não!... Quem bateu com a porta do PS para não se conotar com a recandidatura do General Eanes contra o candidato da direita – General Soares Carneiro - em 1981? Não foi o “camarada” Mário? Quem sustentou, estrategicamente, a campanha da saudosa Pintassilgo, para evitar que a 2.ª volta das Presidenciais fosse disputada pelo saudoso Zenha, em 1986? Foi Cavaco? Olhe que não!... E quem, implicitamente, “engoliu o sapo” Soares? Não foram os comunistas e os anti – soaristas quem, na 1.ª volta, votaram Zenha? Quem iniciou o irreversível processo da entrada de Portugal na CEE (EU)? O “camarada” Soares diz que foi o “pai”, mas… Olhe que não!...Quem foi o único PM que conseguiu cumprir 2 mandatos consecutivos? Foi o “camarada” Soares? Olhe que não!... E quem foi o PM que mais tempo consecutivo conseguiu liderar a governação de Portugal, desde 1974? Foi o “camarada” Soares? Olhe que não!... Camarada Jerónimo, a memória dos portugueses não é tão curta, assim e, por isso, tal como a “família salazarista” invernou em Abril de 1974, também a “família soarista” vai invernou em Janeiro de 2006 – Sabe porquê? Simplesmente porque, a estratégia montada em 1986 contra o, então, conservador Freitas do Amaral (hoje, “socialista”), não vai vingar nas presentes Presidenciais, ou seja: O Louça está longe de atingir a votação da Pintassilgo e o Alegre fica a quilómetros de atingir o capital político do verdadeiro socialista Salgado Zenha. Assim, desta vez, os portugueses vão votar, em consciência, no Social – Democrata, Prof. Aníbal Cavaco Silva. Não é político? Não faz mal, até porque, os portugueses estão fartos dos políticos! Mas, é, de facto, o melhor posicionado para contribuir, na Presidência da República, no sentido de ser ultrapassada a grave crise em que se encontra a nossa querida “Pátria”. Afinal, o principal mal que assola o nosso pobre país é, de facto, económico e financeiro… e, o ex. – PM Cavaco Silva (o melhor do após “25 de Abril”) é Catedrático nessas matérias. Por isso, o próximo Presidente de todos os portugueses, vai ser, obviamente, Aníbal Cavaco Silva. E, como disse o Social – Democrata, Luís Filipe Menezes (Presidente da C. M. de Gaia), a propósito das atitudes, menos correctas, do Professor, em momentos difíceis do seu próprio Partido (PSD): «Esquecer, não vou… Perdoar-lhe, talvez». Está perdoado…
José Duarte Amaral
publicado por quadratura do círculo às 19:33
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds