Sexta-feira, 7 de Julho de 2006

João Viveiro - Idade da pedra

Com estes dirigentes dificilmente se chegará, sequer, à Idade da Pedra Polida:
Como de costume, acordei, uma vez mais, ao som das notícias matinais da TSF. Até aqui nada de estranho. No entanto, como muitas vezes me acontece, com as notícias com maior impacto, senti-me (...) particularmente incrédulo ao teor de uma notícia estranha que registei ainda estremunhado, fazendo-me recuar à pré-história ou seja, imagine-se, à Idade da Pedra!...
A notícia referia que o insuspeito Presidente da Associação Nacional de Municípios, Fernando Ruas teria aconselhado, em plena Assembleia Municipal, os autarcas (pelo menos, das freguesias do seu concelho) a correr à pedrada os funcionários do Ministério do Ambiente, sempre que estes pretendessem exercer as funções de fiscalização a que se obrigam, mediante os incumpridores da Lei. E porquê? Porque só deste modo os autarcas poderiam livrar-se daqueles elementos indesejáveis e dar continuidade às iniciativas a que se propuseram, sem desagradáveis entraves ambientalistas que aqueles funcionários representam às políticas de “desenvolvimento” de tão zelosos e cumpridores autarcas.
Pois bem, esta notícia surrealista traz-me à memória os desenhos animados que se situavam na Idade da Pedra criados pela dupla Hanna-Barbera e vistos por milhões de telespectadores em todo o mundo.
O troglodita Fred Flinstone era o personagem principal da série, casado com a dona-de-casa Wilma que se metia constantemente nas mais variadas trapalhadas acompanhado do seu melhor amigo, Barney, casado com a também dona-de-casa Betty, vivendo felizes na cidade de Bedrock.
É deste modo que a notícia me transporta à idade da pedra e me coloca perante este quadro do Cavaquistão, que agora poderia também passar-se a designar por Viseurock, com o troglodita Ruas no papel principal de uma história passada no tempo em que as pessoas eram corridas à pedrada. Com guerreiros desta índole dificilmente cidadãos da polis de Viseurock, tendo ao comando o troglodita Ruas da Pedra Lascada, dificilmente atingirão, sequer, a Idade da Pedra Polida.
João Viveiro

publicado por quadratura do círculo às 18:25
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds