Quinta-feira, 17 de Novembro de 2005

Manuel Mesquita - Reparar Portugal

Sobre o que se está a passar em Portugal, de verdadeiramente lastimável e triste, nada há dizer. Os jornais vão-se vendendo, as televisões vão-nos dando imagens chocantes de todo o mundo e "enlatados" e talk shows" e sorrisos e muita côr e concursos,e "pivots" de tele-jornais com imagens abusivas e cá vamos mantendo conversas padronizadas pelos modelos que os media nos impõem. E toda a gente sabe de tudo e discute de tudo e fala e conversa e dá opinião e palpites e gesticula e bate e dá murros e corre e grita e salta e cospe no chão e ri-se dos outros que têm opinião contrária...Ainda bem que há o futebol para gritarmos a plenos pulmões "gooool !!!!", e a mulher e os filhos para lhe darmos porrada, à noite, depois duma boa piela entre amigos e o jogo... É ver as pessoas nas ruas e nas praças e nos campos é vê-las e olhá-las com olhos de ver; como estão ressequidas no seu porte e tristes no seu olhar!!! É ver o silêncio dos que não têm voz e rastejam e sofrem sem esperança e sem fé, ouvindo, há já tantos anos, falarem-lhe de promessas e de sonhos nunca cumpridos.
Quem acode, quem nos acode!!! A Espanha aqui tão perto nós tão longe da Espanha e da Europa a que, segundo nos dizem e afirmam, pertencemos.Que mal fizemos nós de mal para nos caír encima o pesadelo e a dor, o sofrimento e as lágrimas, a revolta e o desalento!!! Que mal fizemos nós de mal para desbaratarmos tanto dinheiro que, de mão beijada, nos veio da Europa!!! Para onde foi esse dinheiro?!Quem presta contas?
Que os politicos, todos, incluindo os presidenciáveis,deixem o palco da fama e os holofotes e os cartazes e desçam às ruas e às praças das nossas cidades e das nossas aldeias, disfarçados para que não sejam vistos, e vejam o país real o que vota,bem ou mal, mas que vota na mira duma viragem, na esperança dum amanhecer, acreditando que ainda é possível levantarmo-nos.
Deixemo-nos de clubismos e do "eu sou melhor do que tu" porque o país que nós somos não pode esperar, está gasto, gasto de palavras e podre e precisa duma reparação profunda e urgente se ainda se for a tempo.
Manuel Mesquita
publicado por quadratura do círculo às 19:20
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds