Quarta-feira, 16 de Novembro de 2005

Pedro Betâmio de Almeida - Professores Catedráticos

Ele há coisas que realmente não consigo compreender… há pessoas muito distintas, que até escrevem em jornais e que me fazem com frequência aprender coisas relevantes mas, noutras alturas, sabe-se lá porquê, uma por outra vez, perdem-se em textos quixotescos, lutando contra moinhos de vento imaginários, de tal forma que deixam perplexos o mais fiel dos leitores.
A ultima ideia peregrina, veio do punho de um colunista de habitual grande clarividência mas de pontual esoterismo e convínhamos, desta vez, a roçar a “faca na liga”. Intitula-se o artigo de “A grande reforma universitária” e fala de uma eventual “auto perpetuação na docência de ma mesma linhagem catedrática”, começando o seu digníssimo autor por “bater a mão no peito” invocando ter “a vida colocado repetidamente em privilegiados pontos de observação em Portugal e no Estrangeiro, incluindo instituições reputadas entre as melhores do mundo”. Desde já como leitor desejo manifestar o evidente temor reverencial que esta ultima afirmação produziu em mim, no entanto lamenta-se o facto de tamanho portento de intelectualidade não ter concretizado quais são exactamente essas reputadíssimas instituições que por lapso esquece de nomear.
A acusação é muito séria, claro que não pretendo contradizer que afirma peremptoriamente ter frequentado o que de melhor há no mundo, no entanto, cá na terra eu já frequentei diversos cursos superiores leccionados sucessivamente na Universidade Lusíada, Universidade de Coimbra e Faculdade de Direito de Lisboa (actualmente) e devo dizer que nunca me apercebi de alguma ideia de “auto perpetuação na docência”, e a fazendo aquilo que seria útil ser feito depois de tamanha acusação, não me parece que figuras como Dr. Martins da Cruz, Dr. Alves Correia, Dr. Figueiredo Dias, Dr. Marcelo Rebelo de Sousa ou Dr. Jorge Miranda, só para citar alguns, mereçam tamanha afronta, quer pelo seu curriculum quer pela incontestável capacidade com que preleccionam os temas das suas cátedras.
Ao que parece, mesmo que mal comparado, alguém terá trado mal o autor do texto em apreço, sinto-me mesmo capaz de subscrever a tese de um certo “revanchismo” mais ou menos escondido e até mitigado por detrás de um aparte em que se ressalva que “felizmente há cátedras e departamentos imunes a essas perversões”… Mais uma vez o humilde leitor pergunta-se se estará o digníssimo autor a confundir a regra com a excepção ou até se tendo frequentado o que de melhor há no mundo, naturalmente se confunda entre o que se passa lá fora e algumas excepções (em todo o caso não identificadas no texto) que existam cá pelo burgo.
Ao digníssimo autor da veemente acusação contra a docência catedrática, não se lhe pede que se cale, mas antes que levante a cortina da suspeição e concretize tamanha arremetida contra o topo da classe dos professores Lusos. Sob pena de tais afirmações não mais reflectirem do que uma sumária “revanche” e um lamentável e usual tique de violência verbal contra quem tem a responsabilidade por estar no topo, tão-somente porque é de uma inteligência exemplar e prestou provas para lá chegar. A propósito, para quando um sistema idêntico para os políticos e para os administradores públicos?
Pedro Betâmio de Almeida



publicado por quadratura do círculo às 19:59
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Carlos Andrade - Suspensã...

. Teste

. João Brito Sousa - Futecr...

. Fernanda Valente - Mensag...

. António Carvalho - Mensag...

. João G. Gonçalves - Futec...

. J. Leite de Sá - Integraç...

. J. L. Viana da Silva - De...

. António Carvalho - Camara...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds